Ela está lá mais uma vez, na janela, com a mesma música tocando pela milésima vez ao fundo, pensando nele, pensando no amor que ela ainda sente por ele. Ela sabe que ele também a ama, mas esse amor é tão proibido que fez eles se separarem.
Ela ainda sonha, todas as noites com ele, com os tempos em que passaram juntos, com os planos que faziam pro futuro, com os sonhos que sonhavam em realizar juntos, e ela mais uma vez acorda chorando, sem mesmo sabendo explicar o porque.
O que ela sabe, é que mais uma vez seu coração está machucado, mais uma vez ela chora por um alguém, mas dessa vez é diferente, e ela sabe disso, porque esse alguém também chora por ela. Pessoas que não gostam de vê-la feliz, falam "ele nunca te amou", "ele tinha outra", "ele nem mais pensa em você", então seu coração fala que é mentira, mas seus pensamentos pensam que é verdade, até que seu coração convence sua mente que o amor que vocês sentem um pelo outro é maior, que ele é capaz se suportar essas bocas mentirosas, e sua mente, em fim, acredita.
Ela sofre toda vez que vê ele, porque não consegue suportar a idéia de não poder chama-lo de meu amor, não poder beijá-lo mais uma vez. Mas ela se contenta com os abraços, aparentemente de amigos. Só que esse amor que os dois carregam dentro do peito não é amor de amigo, vai muito mais além de uma amizade, mas que por enquanto precisa continuar assim, e ela sabe disso. E aos poucos, vai se acostumando com a falta dele, vai cicatrizando a cicatriz que abriu em seu coração já ferido. Ela vai melhorando aos poucos, mas ela daria tudo para te-lo mais uma vez em seu lado.
E quando ela abre os olhos, ainda estava na janela, com a mesma música ao fundo, olhou para seu lado, viu que ele não estava ali. Enxugou os olhos com a manga, e quando acabou a música, colocou-a para repetir, mais uma vez. E ali ficou, pensando nele, porque ela sabe, que ele ainda pensa nela e que pelos pensamentos, eles então juntos, e ninguém nunca poderá separá-los.
The End (:

1 comentários:

Fernanda disse...

to seguindo adorei

Postar um comentário